Enviado em 06.03.2019

Que tal vender acesso a internet para Micro Empreendedores?

Que tal vender acesso a internet para Micro Empreendedores? Saiba mais no post de hoje com Thiago Buenaño.

Nesse momento você pode está se perguntando, o que posso fazer para ter um diferencial no meu Provedor? Ou como atrair mais clientes?

De fato essas dúvidas estão a alguns anos na área de Provedores, todos querendo saber qual será o próximo produto ou serviço que atenderá a grande massa, com os mesmos resultados que o acesso à internet. Mas se você não conhecer muito bem os clientes na região ou cidade que atua, vai ser muito difícil conseguir fazer algo fora da curva.


Vamos falar de um segmento de mercado e tentar entender o cenário das pessoas autônomas que trabalham nas suas residências e como você pode abordar esse nicho de mercado para vender o acesso à internet.

Ainda hoje quando pergunto para quem o Provedor que estou prestando consultoria venderá o serviço de acesso à internet, eles me respondem que vão vender para clientes empresariais ou clientes residenciais, nesta mesma sequência, ou vão apenas vender para clientes residenciais, vai depender muito da cidade e local onde ele atenderá. Mas precisamos urgentemente mudar esse cenário!

O mercado de microempreendedores

Segundo dados do Sebrae 2017, aponta que existem mais de 6 milhões de trabalhadores com registro de Microempreendedores individuais (MEI) e que quase a metade deles trabalham da sua residência.

De alguma maneira esse perfil de pessoas que resolvem empreender na sua residência tem aumentado devido a falta de emprego no Brasil, mas também tem sido com a justificativa de ser muito mais prazeroso o dia a dia de trabalho, porém mudanças requer dedicação e estudos para que todo o esforço possa dar certo.

O que os Provedores precisam saber?

Os Provedores de Internet precisam saber que existe uma parcela muito grande de empreendedores que trabalham em suas residências e que muitos deles não sabem como utilizar o serviço de acesso à internet para divulgar o seu trabalho.

É com essa visão que podemos ser mais assertivos nas comunicações de Marketing e vendas para entregar o produto/serviço que realmente essas pessoas possuem interesse em adquirir. E que tal montar um pacote diferenciado para quem tem um CNPJ de Microempreendedor Individual (MEI)?

Como é o mercado na sua região?

Se você já é Provedor, analisar o perfil dos clientes que você tem na base pode ser a atividade mais importante para fazer hoje, se está pensando em expandir ou investir em novas tecnologias, essa análise é muito mais importante com certeza.

Descobrir qual a atividade principal dos seus clientes pode trazer muitas informações valiosas para que você possa incentivar essas pessoas a utilizar os serviços de acesso à internet, seja para divulgar ou para estudar ainda mais e continuar crescendo. Talvez seja um pouco mais trabalhoso, mas eu não estou aqui para compartilhar uma fórmula mágica e pronta para você “ganhar dinheiro” sem fazer nada.

Dependendo dos tipos de negócios que existe e a economia local, você vai poder interagir com as pessoas da sua base através do compartilhamento de conhecimento podendo atrair novos clientes para comprar o serviço de acesso à internet.

Negócios para trabalhar em casa

Dependendo da estrutura e as leis municipais existe uma série de oportunidades de negócios para iniciar um trabalho da própria residência, aqui vai uma lista de oportunidade de negócio que você precisa ficar atento para montar o perfil das pessoas que trabalhando de casa na região onde você atua como Provedor.

Técnico de Informática

Designer

Social Media (Área de Marketing Digital)

WebDesigner e programador

Decorador de bolos

Fabricação de comida congelada

Fabricante de geleias ou pimentas em conserva

Dog walker (Passeador de cães)

Consultor para noivas

Nutricionista

Relator de conteúdos

Artesãos

Designer de joias/bijoux

Blogueiro

Secretária remota

Agente de viagem

Ou até mesmo pessoas que alugam o espaço na sua casa para compartilhar no Airbnb.

Ou seja, existe uma infinidade de negócios que por mais que a entrega não seja via internet, a pessoa precisa divulgar e online pode ser a estratégia com custo mais em conta para fazer isso e você como Provedor pode ajudá-los.

Por onde começar?

Que tal uma estratégia que contribua para agregar mais valor ao seu serviço, onde as pessoas em vez de olharem o serviço de acesso à internet apenas para acessar as redes sociais, consigam perceber que podem utilizar a internet para alavancar seus empreendimentos, ou seja, como estratégia para capitalizar mais recursos financeiros?

É isso, o seu Provedor pode ser o grande incentivador para isso, as formas de entrega desses conteúdos educacionais para a comunidade é um dos canais para atrair novas oportunidades de negócios para sua empresa.

Que tal começar por um Workshop presencial em um sábado de manhã, você prepara a campanha, divulga os treinamentos e ainda disponibiliza um café da manhã, quais os temas abordados? Aqui vão algumas dicas:

Como vender bolos decorados pelo instagram

Como divulgar o seu negócio de casa

Aprenda como vender bijuterias online
Como montar um site para divulgar o seu negócio

Aprenda como vender pelas redes sociais

Agora deu uma clareada nas ideias? Só me diga uma coisa, a partir do momento que a pessoa entende mais como vender online e trabalhar da sua residência, o que ela vai passar a ser prioridade? A internet é claro!

Você tem algumas atividades agora:

1) Entender mais sobre a persona ideal da sua região;

2) Segmentar as necessidades para melhorar na comunicação e atrair o público que você precisa para conectar;


3) Contratar um profissional ou pagar por turma fechada para aplicar os mini-treinamentos presenciais;

4) Se você não tiver um local na sua empresa, pode ser feito parcerias com escolas, igrejas e até mesmo centros.

Agora é necessário adotar novas estratégias e sair do ciclo tradicional de vendas e comunicação, para adotar um relacionamento antes, durante e depois da venda, com foco no sucesso do cliente, porém isso requer um esforço acima da média. Então vai depender da sua disposição em querer mudanças para continuar crescendo e se destacando na região onde você atua.


Nos vemos na próxima edição da Revista ISP MAIS, com mais um conteúdo com foco em inovação e criatividade para Provedores de Internet
. Um grande abraço!

A Revista do Provedor!
Fornecemos conteúdo de qualidade, especializado, produzido por grandes nomes do setor de telecomunicações, e tudo isso gratuitamente por meio das mais de 2 mil publicações impressas por edição, além da versão online.

Comentários