Enviado em 01.12.2017

Diferentes blindagens dos cabos de pares trançados

Como prometido em meu artigo Falando Sobre Cabos, trago hoje  para vocês uma breve explanação sobre a diferença entre as nomenclaturas existentes para os cabos de pares trançados blindados

Como prometido em meu artigo Falando Sobre Cabos, trago hoje  para vocês uma breve explanação sobre a diferença entre as nomenclaturas existentes para os cabos de pares trançados blindados (ou “cabo UTP blindado” – Cabo não blindado, blindado?!?!?! Ouço muito isso!)

No mundo do cabeamento estruturado que atende, dentre tantos sistemas, os ambientes de provedores de Internet, podem ser utilizados cabos ópticos e/ou metálicos. Aqui abordaremos os cabos metálicos blindados e as nomenclaturas vigentes.

Podemos utilizar os cabos metálicos de pares trançados com 4 ou 25 pares para a montagem de backbones, entretanto existem algumas restrições de uso com relação a este último. Ele deve ser usado apenas para serviços de voz em backbones devido às suas limitações de banda e velocidade, cuja categoria limite é Cat. 5e.

Os cabos em questão são conhecidos como UTP e STP, e foram desenvolvidos buscando aumento de largura de banda e taxas de transmissão, além do balanceamento da transmissão dos sinais e da padronização dos tipos de cabos a serem utilizados. Após a decisão, por organismos internacionais, pela não utilização de cabos desbalanceados (coaxiais) nas redes Ethernet, mesmo sendo mais baratos e viáveis tecnicamente, os cabos de pares trançados começaram uma longa jornada evolutiva, começando, na década de 80, com largura de banda de 16 MHz e alcançando, hoje em dia, valores na casa de GHz.

As redes de cabeamento estruturado têm como base os cabos sem blindagem e com blindagem (contra interferências eletromagnéticas), e para compreender melhor essas nomenclaturas, veja a explicação a seguir:

Atualmente, o mercado possui, basicamente, três tipos de cabos: sem blindagem, com uma blindagem e com duas blindagens, U/UTP, F/UTP e S/FTP, respectivamente.

Entenda a nomenclatura dos cabos:

Ou seja, um cabo F/UTP é um cabo UTP (comum) onde o grupo de 4 pares é envolto numa blindagem tipo FOLHA, onde esta é uma cobertura metálica em alumínio que se estende ao longo de todos os pares do cabo.  Por sua vez, um cabo S/FTP possui, além de uma blindagem tipo FOLHA internamente, par a par (individualmente) tem ainda, envolvendo todos os pares, desta vez simultaneamente, uma blindagem tipo MALHA. Esta blindagem é feita com uma malha metálica trançada como as dos coaxiais. E, por fim, o cabo U/UTP (ou simplesmente, UTP como é comumente conhecido) sem blindagem alguma.

Os cabos são dispostos conforme a sua categoria de desempenho, veja abaixo:

Espero que esse conteúdo te ajude de alguma forma.

Até a próxima

Reinaldo Vignoli é Engenheiro Eletricista, formado pela PUC/MG em 1994, possui MBA em Gerenciamento de Projetos, especialista em Projetos de Infraestrutura Física de Redes e Professor Universitário. Vignoli também é consultor e projetista, ministra treinamentos técnicos de cabeamento estruturado e redes ópticas e é colaborador da norma de cabeamento estruturado ABNT NBR 14565:2013, além de produtor de conteúdo sobre cabeamento em mídias sociais.
Site: www.rvconsultoria.com.br

Comentários