Saiba Como Avaliar Quanto Vale o Seu Provedor - ISPBLOG
Enviado em 10.06.2021

Saiba Como Avaliar Quanto Vale o Seu Provedor

Os especialistas em mercado são unanimes, existem 3 regras ou formas mais aplicadas para avaliar um negócio, e no mercado ISP não seria […]

Os especialistas em mercado são unanimes, existem 3 regras ou formas mais aplicadas para avaliar um negócio, e no mercado ISP não seria diferente.

Neste vídeo irei contar quais sãos esses métodos e o que realmente é levado em conta em uma mesa de negociação para venda do seu provedor, ou até mesmo para compra se estiver pensando em comprar um provedor.

Quanto vale a sua empresa, meu caro Provedor Regional? Tudo que você possui, como ações, equipamentos, cabos, roteadores são considerados ativos no patrimônio de uma empresa. No caso de venda, são esses e outros aspectos que determinarão o valor que a sua marca possui no mercado em caso de venda, por exemplo. Aqui, iremos aprofundar no Valuation para Provedores Regionais.

Calcular o Valuation de um Provedor é uma tarefa complexa, requer uma boa administração contábil, fiscal, diferentes de outros ramos o provedor faz parte de um tipo de empreendimento que possui mais ativos que devem ser considerados, como uma grande carteira de clientes, por exemplo. Sendo assim, o Valuation também é estimado pelo fluxo de caixa futuro, retorno financeiro que o investimento pode proporcionar e outros itens que não possuem valores tabelados.

Vamos listar três aspectos para você fazer o Valuation do seu Provedor.

1. Patrimônio líquido

Patrimônio líquido é o resultado da subtração dos passivos em relação aos ativos da empresa. Falando de uma maneira mais simples, podemos dizer que é um bem verdadeiro da empresa, ou seja: O produto que realmente pertence ao provedor: Roteador, fibra óptica, ferragens, etc.

Então se você está lançando contabilmente estes investimentos como custos da sua operação, CUIDADO! Trata-se de investimentos, converse com seu contador.

O patrimônio líquido é uma importante peça na análise da saúde do seu Provedor, porque ele é diretamente analisado por potenciais investidores, uma vez que é através dele que se averigua a performance da sua empresa ao longo do tempo de atividade.

No entanto, a análise do patrimônio líquido por si só não diz tanto sobre a empresa, o que nos leva ao próximo item para a Valuation do seu Provedor.

2. Potencial do seu negócio

Esse método de análise é utilizado, principalmente, para avaliar empresas embrionárias. Quando alguém vai investir em seu Provedor, ele obviamente espera lucrar mais do que foi investido na aquisição da marca. Ou seja, o potencial da sua marca de gerar lucro a longo prazo está diretamente ligado à Valuation e o preço a ser pago pelo investidor.

3. Faturamento futuro

Uma vez que você comercializa um serviço de receita recorrente é possível ter uma projeção de faturamento, e isso diz respeito ao que esperar de faturamento futuro para o investidor que está adquirindo sua marca. Portanto, em tese, ele deverá agregar ainda mais valor à marca, conservando antigos clientes e ampliando o leque do Provedor para adquirir outros novos.

Claro, existem outros fatores que vão interferir no Valuation da sua empresa, como risco fiscal, tributário e outros aspectos ligados às partes legais do seu Provedor. O importante é lembrar que não se deve calcular o Valuation do seu Provedor por achismo, sem levar em conta questões como valores sentimentais.

Gostou!? Nosso vídeo contempla conteúdo adicionais e dicas que podem te ajudar ainda mais.

Espero ter ajudado e até breve.

Comentários