Enviado em 10.01.2020

Backbone, Backhaul, Last Mile e Peering

Em telecomunicações, terminologias como “backbone”, “backhaul”, “last mile” e “peering” são frequentemente citadas e por isso convém aqui fazer uma rápida explanação a seu respeito.

Em telecomunicações, terminologias como “backbone”, “backhaul”, “last mile” e “peering” são frequentemente citadas e por isso convém aqui fazer uma rápida explanação a seu respeito.

Backbone, em tradução livre, significa “espinha dorsal”; em redes de telecomunicações, refere-se ao núcleo da rede que concentra o tráfego de informações (dados, voz, imagem etc.), ou seja, é a infraestrutura que conecta todos os pontos de uma rede de comunicação. Já o backhaul, que também é uma rede de alta capacidade, consiste numa infraestrutura secundária de conexão dos pontos de concentração da rede de acesso com o núcleo de alta capacidade de transmissão da rede, isto é, redes que fazem a conexão entre o núcleo da rede e as subredes periféricas.

No caso do last mile, também conhecido como “última milha”, este inclui a infraestrutura situada na ponta da rede e que possibilita a interligação entre as estações de distribuição (vinculadas ao backhaul) e as residências, prédios, redes móveis etc. Está associada aos últimos quilômetros da rede que possibilitam o acesso do usuário aos serviços de comunicação.

Quando nos referimos ao backbone, é importante mencionar o peering, que é a troca de tráfego entre redes de provedores de serviços de telecomunicações. Por exemplo, os Pontos de Troca de Tráfego (PTT), são importantes para o tráfego nacional e internacional de dados e necessita de uma infraestrutura adequada para que os diversos provedores de backbones possam fazer a troca de tráfego de suas redes de forma neutra, organizada e segura.

Comentários