Enviado em 29.03.2019

Componentes e Acessórios para Redes Ópticas

Saiba mais sobre componentes e acessórios para Redes Ópticas no post de hoje de José Maurício Pinheiro.

Para a instalação de uma rede estruturada com fibra óptica, além dos cabos, são necessários os acessórios para a emenda e conexão, que complementam a instalação. Estes acessórios podem abranger uma lista de materiais que, dependendo do grau de complexidade da rede a ser instalada, poderá ser simples ou bastante complexa.

Esses elementos compõem o “hardware” do sistema de cabeamento, o qual é necessário em todos os pontos de emenda e terminação dos cabos ópticos. Esse hardware inclui as caixas de emendas, bandejas e organizadores de fibras, os armários e painéis de conexão e os pontos de terminação ópticas.

Para um hardware de cabeamento específico é necessário que o projeto identifique a quantidade de fibras necessária e a rota do cabeamento. Os componentes e acessórios para montagem interna (hardware interno) são mais variados do que o número de componentes para montagem externa (hardware externo).

O hardware externo é apropriado para uso em ambientes externos sujeitos ao tempo e em ambientes internos sujeitos à umidade excessiva. Os componentes típicos dessa categoria são as caixas de emenda óptica, as terminações externas e as bandejas de emenda.

O hardware interno por sua vez é dividido dentro de três áreas de aplicação, baseadas nos locais de montagem:

  • Hardware montado em rack – É instalado em racks ou armários padrão de 19 ou 23 polegadas. O espaço disponível no rack geralmente é suficiente para a montagem dos variados equipamentos de rede e utilizados nas Salas de Equipamentos e Salas de Telecomunicações;

  • Hardware montado em parede – Utilizado quando não há espaço disponível no piso ou quando o equipamento de rede deve ser montado em parede;

  • Pontos de telecomunicações (Pontos de Terminação Óptica) – Instalado em caixas e pontos de terminação junto aos usuários para prover a interligação dos equipamentos da rede.

Os equipamentos montados em rack e parede podem ser utilizados juntos, como por exemplo, um pigtail montado no cabo óptico terminado em parede com um painel de conexão montado em um rack no piso.

Devemos considerar também os fatores de projeto para a instalação de hardware interno:

  • Emendas – A grande maioria dos hardwares de uso interno são utilizados na terminação de cabos de fibras óptica com o uso de pigtails. O tipo de hardware interno mais apropriado irá depender das necessidades de montagem, do número de fibras, do método de emenda e do espaço disponível;

  • Terminações – Devem ser previstos acréscimos futuros na rede, com aumento do comprimento de cordões de manobra entre o painel de conexões e os novos dispositivos. Assim, as terminações devem ser modulares e flexíveis para atender futuras necessidades para cabos adicionais ou rearranjos. Para especificação devem ser conhecidas as localizações do hardware, número de pares de fibras necessário e o método de terminação;

  • Conexão – São recomendados painéis de conexão nos pontos de terminações. O número de pontos de ligação determina as necessidades do painel de distribuição. Um espaço adicional deve ser alocado de modo que um crescimento posterior possa ser atendido ordenadamente.

  • Conectores – A escolha do tipo de conector deve ser feita seguindo-se as recomendações técnicas para efeito de padronização de instalação dos painéis de conexão, pontos de terminação e demais elementos do hardware interno.

Comentários