Enviado em 11.05.2018

Redes Estruturadas

Muitos ISP’s, com vistas a aumentar o seu leque de serviços no mercado de telecomunicações passaram a oferecer, além da conectividade de Internet, TV e telefonia, serviços de integração e estruturação de redes para seus clientes finais.

Muitos ISP’s, com vistas a aumentar o seu leque de serviços no mercado de telecomunicações passaram a oferecer, além da conectividade de Internet, TV e telefonia, serviços de integração e estruturação de redes para seus clientes finais. Neste contexto, uma rede estruturada consiste de um conjunto de produtos de conectividade, empregado de acordo com regras específicas de engenharia, cujas características principais são:

  • Arquitetura aberta;

  • Meio de transmissão e disposição física padronizados;

  • Aderência a padrões internacionais;

  • Projeto e instalação sistematizados;

Este sistema integra vários meios de transmissão (cabos metálicos, fibra óptica, sem fio, etc.) que suportam múltiplas aplicações incluindo voz, vídeo, dados, sinalização e controle. O conjunto dessas especificações garante uma implantação modular da rede com capacidade de expansão programada. Os produtos utilizados asseguram conectividade máxima para os dispositivos existentes e preparam a infraestrutura para as tecnologias emergentes e a topologia empregada facilita os diagnósticos e manutenções.

O conceito de rede estruturada surgiu com o objetivo de criar uma padronização da infraestrutura instalada dentro de edifícios comerciais e residenciais independente de suas aplicações. Um Sistema de Cabeamento Estruturado, analogamente ao sistema elétrico de uma residência ou prédio comercial, proporciona ao usuário a utilização de um computador, um telefone, uma câmera de vídeo, um sensor de temperatura, por exemplo, de maneira simples e organizada.

Seguindo as normas internacionais, um sistema estruturado visa suportar as necessidades atuais e futuras, de comunicações para dados, voz e imagem. Para assegurar um perfeito sistema estruturado, alguns requisitos são de suma importância, entre eles, a prática adequada de instalação e a documentação do projeto físico, tais como:

  • Memorial Descritivo;

  • Lista de Materiais Aplicados;

  • Especificações Técnicas dos Materiais Aplicados;

  • Diagramas e Plantas;

  • Tabela de Relacionamento de Cabos;

  • Certificações

Portanto, as atividades desempenhadas pelo ISP na estruturação de redes envolvem o estabelecimento e utilização de padrões técnicos para os equipamentos e para a estrutura física adotados na rede, a atualização da documentação relativa à infraestrutura, acompanhando a execução das obras de ampliação ou atualização da infraestrutura existente e estabelecendo os requisitos necessários para a expansão e atualização dessa infraestrutura utilizando as tecnologias disponíveis.

Gerente de Engenharia e Operações na BRIP Multimídia.
Profissional com mais de 20 anos de carreira desenvolvida nas áreas de gestão e operação de redes de telecomunicações, teleprocessamento e automação, com ênfase em projetos de infraestrutura.
Sólidos conhecimentos em gestão tecnológica, com cursos de especialização em sistemas de telecomunicações, teleprocessamento, automação industrial e redes de computadores. Desenvolvimento e aplicação de treinamentos técnicos em empresas no segmento de telecomunicações.
Autoria de diversos livros e artigos técnicos e científicos, publicações, organização de Congressos e participação como palestrante e convidado.

Comentários