Enviado em 24.01.2018

Código de Cores em Fibras Ópticas

Você está começando a fazer as primeiras fusões de fibra óptica? Tem dificuldades para numerar as fibras dos cabos? Leia o post de hoje e aprenda com Ronaldo Couto.

Embora seja um assunto simples para os técnicos de fibras ópticas experientes, quem está começando a fazer suas primeiras fusões normalmente tem dificuldades para numerar as fibras de um cabo óptico.

Mesmo para os mais experientes, não é uma tarefa fácil responder de bate-pronto:

Qual é a cor da fibra 53 do cabo de 72 fibras?

Qual o número da fibra azul do tubo 5 do cabo de 36 fibras?

É importante saber como as fibras são enumeradas, principalmente na sangria de um cabo de backbone onde várias fibras já estão “acesas” e quebrar uma delas por engano pode resultar na queda do serviço de muitos clientes.

Para não se enganar, vamos primeiramente conhecer a sequência de cores das fibras ópticas apresentadas na tabela 1, abaixo:

Tabela 1: código de cores de fibras padrão ABNT e EIA.

Note que esta tabela traz duas sequências de cores. A primeira sequência de cores foi definida pela ABNT e é a sequência utilizada no Brasil por todos os fabricantes nacionais na construção de seus cabos.

Já a segunda sequência, conhecido como “padrão internacional”, foi definida por um instituto de normatização americano chamado EIA e é adotado por vários países e fabricantes de todo o mundo.

Resumindo e esclarecendo, fabricantes de cabos nacionais seguirão o padrão ABNT.

Os cabos de fabricantes estrangeiros, mas que estão homologados pela Anatel, também seguiram o padrão ABNT. Já os cabos importados sem homologação da Anatel seguirão o padrão EIA.

Tão importante conhecer a numeração das fibras, é conhecer como numerar corretamente os tubos loose dos cabos, que está apresentada na tabela 2.

Tabela 2: código de cores de tubos loose padrão ABNT e EIA.

Note que o padrão EIA segue colorindo todos os tubos do cabo na mesma sequência adotada para as fibras.

Já o padrão ABNT coloriu apenas os tubos 1 (verde) e 2 (amarelo) deixando os demais tubos do cabo todos com a cor branca ou natural.

Num cabo por exemplo de 72 fibras temos 6 tubos loose e consequentemente haverá uma dificuldade maior em identificar e numerar todos os tubos se o cabo estiver no padrão ABNT; uma vez que somente os tubos 1 e 2 estarão coloridos e os outros 4 tubos com a cor branca.

Para não nos enganarmos, basta seguir o seguinte critério de contagem:

– Tubo verde, também conhecido como “piloto”, será sempre o tubo 1.

– Tubo amarelo, também conhecido como “direcional”, será sempre o tubo 2 e também determinará se seguiremos a contar os demais tubos no sentido horário ou anti-horário.

A figura abaixo ilustra o que foi comentado acima:

Figura 1: Representação de “piloto” e “direcional”.

Também é importante conhecer como as fibras são agrupadas nos cabos, uma vez que podem ser agrupadas de 2 em 2 fibras, 6 em 6 fibras ou 12 em 12 fibras, conforme a capacidade de fibras do cabo e ilustrado abaixo:

 

 

 

Figura 2 : Diagrama de Cabo de 12 FO

Cabo: 02 a 12 fibras (exceto cabos de tubo único)

Agrupamento: 2 fibras por tubo

 

Figura 3: Diagrama de Cabo de 36 FO

Cabo: 18 a 36 fibras

Agrupamento: 6 fibras por tubo

 

Figura 4: Diagrama de Cabo de 72 FO

Cabo: 48 a 288 fibras

Agrupamento: 12 fibras por tubo

 

Finalmente, dos diagramas acima podemos criar as seguintes tabelas:

Tabela 4: Código de cores de fibras e tubos padrão ABNT para cabos de 18 a 36 fibras.

Tabela 4: Código de cores de fibras e tubos padrão ABNT para cabos de 48 a 144 fibras.

Lembram das perguntas iniciais? Agora não tem erro:

Qual é a cor da fibra 53 do cabo de 72 fibras? É a fibra vermelha do tubo 5!

Qual o número da fibra azul do tubo 5 do cabo de 36 fibras? É a fibra 29!

Sem depende!

Ronaldo Couto, Engenheiro Eletricista, com Ênfase em Telecomunicações, especialista em Redes de Fibra Óptica e Fundador da Primori Tecnologia.

A Revista do Provedor!
Fornecemos conteúdo de qualidade, especializado, produzido por grandes nomes do setor de telecomunicações, e tudo isso gratuitamente por meio das mais de 2 mil publicações impressas por edição, além da versão online.

Comentários