Enviado em 29.05.2017

Gestão de Rotina: sua meta é ser o melhor do mundo no que você faz! Parte 2

Olá, tudo bem? Neste artigo daremos continuidade ao artigo passado, Gestão da Rotina: sua meta é ser o melhor do mundo naquilo você […]

Olá, tudo bem?

Neste artigo daremos continuidade ao artigo passado, Gestão da Rotina: sua meta é ser o melhor do mundo naquilo você faz! Parte1, e te mostraremos a maneira de aplicar o que foi abordado, prosseguindo com o tema Gestão da rotina do trabalho do dia a dia.

É hora de pôr em prática! Vamos lá? Chame seus gestores para uma reunião e reflita junto com eles sobre os seguintes pontos:

  1. Como sua empresa facilita a vida das pessoas?
  2. Quais são os produtos ou serviços que você vende que facilitam a vida das pessoas? Será que tem facilitado ou tem gerado transtorno na vida das pessoas?
  3. Quem são seus clientes?
  4. Qual a missão da sua empresa?

Depois de chegarem a conclusão sobre as questões acima, discuta com eles e peça para que cada um diga a diferença entre cargo e função, em seguida, peça para que discorram sobre o que seu cargo representa para a empresa e quais tarefas realizam durante o dia de trabalho, estimule-os a pensarem como poderiam fazer o trabalho de maneira mais rápida sem que haja a perda de qualidade. Façam o levantamento da porcentagem de pessoas que realizam atividades operacionais.

Você considera que a sua empresa possui os processos padronizados? Você sabe a importância de ter os processos bem definidos? Por exemplo, quando a telefonista de sua empresa recebe uma reclamação de um cliente dizendo que a internet está lenta, ela sabe exatamente o que fazer? Ou ela fica perdida de um lado para o outro em busca de uma solução.  Este foi um exemplo típico, mais existem vários processos dentro de uma empresa provedora de internet, os seus funcionários sabem exatamente o que cada um tem que fazer? Pergunte isso os seus gestores durante a reunião, se a resposta for sim, ótimo, então busquem juntos os pontos dos processos que podem ser melhorados, agora se a resposta for não, sugerimos que juntos busquem estabelecer os processos para cada atividade dentro do seu provedor.

Uma empresa que não possui seus processos padronizados a tendência de ocorrer as anomalias é bem maior, então ainda na reunião peça para os seus gestores que comecem a mensurar o tempo gasto por eles, e pelo pessoal do operacional que estão sob a sua liderança, para resolver os problemas.

Muitos empresários não entendem a importância em se mensurar os resultados, William Edwards Deming, famoso guru da administração na área da qualidade, afirma que não se gerencia o que não se mede, e Rafael Rez, vai mais fundo quando afirma que em Deus ele acredita, os demais que mostrem os dados. Mensurando os resultados as empresas podem estabelecer indicadores, métricas, medições e parâmetros para poderem avaliar o seu resultado total de maneira precisa.

Mostre a importância da padronização dos processos e de se mensurar os resultados, após isso façam um brainstorming com seus gestores e deixem que eles falem a respeito da seguinte pergunta:

Quais as ações que podem ser tomadas para melhorar a situação da empresa?

É importante que você leve em consideração a opinião de seus funcionários, pois na maioria das vezes são eles que tratam diretamente do problema e na maioria das vezes a solução vem deles mesmo. Guarde os resultados desse brainstorming e na próxima reunião pontuem o que já apresenta melhora e aquilo que ainda precisa ser melhorado, pois assim, vocês estarão trabalhando em conjunto para a melhoria continua dos seus processos.

Até a próxima.

 

Fonte:

FALCONI, V. Gerenciamento da rotina do trabalho do dia a dia. 9ª Ed, Nova Lima: FALCONI Editora, 2013.

REZ, R. Marketing de conteúdo a moeda do Século XXI. Florianópolis: Editora DVS, 2016.

SENA, C. Quem não controla, não gerencia! Blog administradores, com: 02 de maio de 2016. Disponível em: < http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/quem-nao-controla-nao-gerencia/95097/>.

BENCKE, G. M.; LUZ, J.; SILVA, V. B. Aplicação do gerenciamento de rotina do trabalho em uma indústria de implementos rodoviários. In: 2ª Semana Internacional das Engenharias da Fahor, 2012, Horizontina – RS. Disponível em:< http://www.fahor.com.br/ publicacoes/sief/2012_20.%20APLICA%C3%87%C3%83O%20DO%20GERENCIAMENTO%20DA%20ROTINA%20DO%20TRABALHO%20EM%20UMA%20IND%C3%9ASTRIA%20DE%20IMPLEMENTOS%20RODOVI%C3%81RIOS.pdf>

Comentários