Enviado em 14.12.2016

Alternativas para montagem e instalação de redes ópticas

O mercado esta crescendo para os ISP’s, cada vez mais opções e novas tecnologias se apresentam como opções para redes ópticas.

alternativas redes ópticas

O mercado está cada vez mais de olho nos ISP’s. O fato ficou evidente após apresentação de vários produtos interessantes no 8ISP – Encontro Nacional de Provedores, realizado no início de Junho em São Paulo – SP, e promovido pela ABRINT.

Os fabricantes estão apresentando soluções customizadas, de acordo com a necessidade do cliente. E os projetistas estão adequando suas soluções e fornecendo opções variadas visando atender tanto o grande quanto o pequeno operador.

Produtos como Cabo óptico do tipo MINI-RA estão ganhando preferência nas execuções de rede em última milha, além dos Conjuntos de Emenda para menos fusões. Ambas as soluções são fornecidas por uma gama de fornecedores e com preço atrativo. Já para quem possui afinidade com redes híbridas (ou PACPON), uma grande variedade de caixas de terminações está disponível no mercado, aliando praticidade, leveza, facilidade de instalação e conexão de clientes, algumas destas caixas foram projetadas para se trabalhar com clientes em fibra e par metálico, com portas para ambos.

Foram apresentados diversos tipos de ferragens, ou equipagens para poste, já que cada vez mais os materiais poliméricos ganham força. Cordoalhas metálicas também estão ficando no passado, já que as Concessionárias de Energia cada vez mais recomendam a instalação de cordoalhas dielétricas, pelo fato de não necessitar de aterramento, o que é bom, pois acarreta em diminuição de custos com a execução da obra.

Vale ressaltar a importância de se adicionar serviços prestados ao cliente, algumas empresas estão fornecendo produtos e suporte na linha Automação Residencial via IP. Estão surgindo também, novas ideias e parceiros no fornecimento de sinais de TV e Telefonia.

A apresentação de novos conceitos nos leva a repensar no seguinte assunto: Como seria a minha rede se eu fosse construí-la do zero, hoje?

A resposta para essa pergunta é um exercício que podemos desenvolver!

As soluções apresentadas nos levam a crer que é possível construir uma rede otimizada, sem grandes desperdícios, e com equipamentos adequados ao uso e capacidade de cada um.

Consulte seu projetista, ele pode lhe ajudar na implantação da tão sonhada “rede que não custa tão caro”, especificando materiais que atendam aos requisitos propostos e possuam valor competitivo, pois as novas soluções estão aí, basta saber e querer utilizar.

 

Eloi Piana
Engenheiro Eletricista e Diretor da Empresa Instelpa Engenharia Elétrica

A Revista do Provedor! Fornecemos conteúdo de qualidade, especializado, produzido por grandes nomes do setor de telecomunicações, e tudo isso gratuitamente por meio das mais de 2 mil publicações impressas por edição, além da versão online.

Comentários