Enviado em 18.05.2015

Conheça um pouco mais sobre a fibra óptica plástica

Essa tecnologia vem sendo utilizada para a criação de redes indoor em toda a Europa, já que, por meio dela, é possível oferecer conexões a partir de 100 Mbps.

A tecnologia de fibra óptica tradicional — feita de vidro — já se encontra estabelecida no mercado há algumas décadas. Conduzindo pulsos luminosos por materiais não-metálicos, sempre foi vista como uma excelente alternativa em segurança, custo, largura de banda e velocidade de transmissão ao cabeamento de cobre e alumínio. A fibra óptica plástica surge dentro dessa proposta de evolução de alternativas como uma adaptação, um caminho com custos de implantação e manutenção inferiores aos da fibra óptica comum, sendo ideal para determinadas aplicações.

Quer saber mais sobre a fibra óptica plástica? Leia nosso post e entenda como uso dessa tecnologia pode ser uma boa opção para a sua estrutura de cabeamento!

As características da fibra óptica plástica

Feita com um núcleo de polimetilmetacrilato (PMMA) envolvido por outro polímero de fluoreto de carbono como base, a fibra óptica plástica apresenta materiais e processo de produção mais baratos, mas possui menor eficiência que a convencional na transmissão de dados por longas distâncias. Além de uma atenuação de sinal maior que a encontrada na fibra óptica de vidro, também apresenta uma banda passante reduzida, mas essas perdas geradas e a capacidade de condução inferior são justificadas pelo índice de refração mais alto em qualquer polímero que na sílica, base do vidro.

A fibra óptica plástica também é dotada de uma resistência mecânica bem maior que a encontrada na de sílica, manutenção mais simples e acessível — pode ser cortada com facilidade, por exemplo — e ainda conta com qualidade de transmissão superior à dos cabeamentos de metais como o cobre. Numa simples comparação como essa, vários ramos da indústria e dos serviços têm observado o posicionamento dessa tecnologia e tirado a fibra óptica plástica do relativo abandono a que foi relegada nos últimos anos.

Os campos da fibra óptica plástica

As grandes vantagens da fibra óptica em relação aos condutores metálicos são aspectos comuns à fibra de plástico e à fibra vidro: largura de banda maior; imunidade à interferência eletromagnética, o que proporciona qualidade superior de sinal; isolamento elétrico, funcionando como aliado de segurança diante de surtos na rede; emprego de materiais com custo inferior, que também não podem ser reaproveitados e evitam a ocorrência de furto dos cabos.

O que se tem, comparando as fibras ópticas, é a relação entre as perdas em fornecimento de sinal e os ganhos em investimentos em instalação e manutenção que a plástica oferece. Sua utilização em cabos submarinos, por exemplo, jamais pode ser considerada graças à distância que eles percorrem. Como esse tipo de cabeamento é um dos grandes representantes — sendo certamente o mais popular — do uso das fibras ópticas, é provável que por essa razão a fibra plástica tenha sido relegada a um segundo plano.

No entanto, ainda são muitas as possibilidades de sua utilização. Redes internas de pequenas empresas e condomínios são cada vez mais frequentemente aplicações com uso de fibra óptica plástica, graças ao excelente desempenho do cabeamento em  curtas distâncias, que ainda pode funcionar sob grande variação de temperaturas.

A adoção da fibra óptica plástica por provedores no Brasil

Um dos pontos interessantes para os provedores e empresas de telecomunicações é que a fibra óptica plástica possui manutenção muito mais barata quando comparada à fibra óptica tradicional, que exige mão de obra qualificada para trabalhos na rede. Com a fibra plástica, não é necessário usar caixas de emenda nas instalações, o que torna essa nova tecnologia bastante atrativa para condomínios residenciais e empresas de pequeno e médio porte, o que representa uma popularização da qualidade de sinal superior das fibras ópticas em geral.

Apesar das inúmeras funcionalidades e vantagens da fibra óptica plástica, a maioria dos provedores brasileiros prefere usar a estrutura tradicional na oferta de seus serviços de telecomunicações (TV, internet e telefone), já que ela tem um custo médio de instalação e manutenção interessante para as empresas. Mas, em compensação, possuem também grandes reclamações por parte dos assinantes, insatisfeitos com o sinal de má qualidade e instável, o que rende diversas reclamações às empresas e provedores de telecomunicações todos os dias. A versão plástica da fibra óptica tem um preço mais atraente, exige menor manutenção e apresenta uma boa funcionalidade, especialmente quando se trata de interligar clientes de pequeno porte.

Na necessidade de investimento em redes com menor interferência e ainda oferecer um sinal estável e de qualidade, a fibra óptica plástica se mostra como uma excelente alternativa para a indústria e serviços indoor. Os cabos são comercializados em bobinas com pequenas quantidades de metragem, o que já dá uma ideia do foco da utilização em curtas distâncias, por ser um material caracterizado pela atenuação de sinal maior que a da fibra de vidro. Porém, com conexões em alta velocidade, livres de interferência eletromagnética a um custo acessível, a fibra óptica plástica tem enorme potencial para ser usada cada vez mais.

Você já conhecia essas características da fibra óptica plástica? O que acha desse tipo de material para as instalações de rede? Compartilhe sua opinião nos comentários e não se esqueça de assinar nossa newsletter!

E-commerce especializado em soluções para provedores de internet. No mercado desde 2009, atua em todo o território nacional, sendo referência de qualidade e bom atendimento.

Comentários