Enviado em 06.01.2017

Entenda o que é o Programa Brasil Inteligente

Conhece o Programa Brasil Inteligente? Sabe pra que ele foi criado? Entenda mais neste artigo do ISPBLOG!

Você já ouviu falar do Programa Brasil Inteligente? Tem alguma ideia sobre o que se trata ou como funciona? Então, chegou o momento de conhecer melhor esse projeto, lançado em maio de 2016 pelo Ministério das Comunicações!

O Programa Brasil Inteligente é uma nova etapa do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), que consiste em grandes investimentos para ampliar o acesso à banda larga em todo o país — o que vem ocorrendo desde a implementação do plano, em 2010.

Somente para 2016 foi previsto um investimento de R$ 762 milhões, dinheiro que provém dos mais recentes pagamentos realizados pelas operadoras, referentes à outorga dos leilões de frequência de Telecom.

Quais são os objetivos do Programa Brasil Inteligente?

Com o objetivo de expandir o acesso à internet de alta velocidade para cada vez mais regiões do Brasil, o projeto prevê algumas iniciativas para disponibilizar redes de fibra óptica em 75% dos municípios, implementar a conexão nas escolas e estimular o desenvolvimento do IoT (Internet of Things – Internet das Coisas). As iniciativas em questão são:

  • Programa Cidade Inteligente: o programa, que contará com recursos de R$ 100 milhões, incentivará os municípios a aplicarem tecnologias baseadas na Internet das Coisas de acordo com suas necessidades e prioridades. Cada cidade definirá onde os projetos serão instalados;
  • Programa Minha Escola Inteligente: uma das metas desse programa, que será executado por meio de uma parceria entre Telebras e os Ministérios da Educação e da Comunicação, é garantir a 30 mil escolas a instalação de redes de fibra óptica, o que auxiliará em um considerável aumento no padrão de velocidade — de 2 Mbps para 78 Mbps.
  • Fundo Garantidor para Provedores Regionais: esse fundo (de R$ 400 milhões) facilitará, aos pequenos e médios provedores de internet, a liberação de crédito junto aos bancos para estimular e, ao mesmo tempo, acelerar o processo de implementação das redes de fibra óptica pelos municípios com menos de 100 mil habitantes.

Qual o impacto disso tudo para os provedores?

A ambição por parte do Governo de garantir a cobertura de internet de alta velocidade no Brasil é muito grande, visto que, não somente 75% das cidades serão beneficiadas com a implementação de redes de fibra óptica, mas também as 25% restantes passarão a ter um mais robusto acesso à banda larga por meio de satélites geoestacionários ou transmissões a rádio.

Para se ter ideia das dimensões do projeto, o Ministério das Comunicações anunciou que serão construídos seis cabos submarinos que vão interligar o Brasil à Europa, à África e aos Estados Unidos, para elevar o número de saída de dados.

Todas essas ações deverão gerar uma redução de 20% nos custos da conexão no país e, também, um crescimento de 206 milhões para 300 milhões no acesso à banda larga.

Considerando tais fatores, mais o fundo garantidor que será concedido aos pequenos e médios provedores de internet, é certo que o setor só tem a comemorar a implementação do Programa Brasil Inteligente. Afinal, todo o incentivo antes tão requisitado — e pouco oferecido até então — se tornará uma realidade, fazendo com que o mercado seja finalmente aquecido e essas empresas cresçam.

Gostou das novidades? Então, o que acha de receber as próximas em primeira mão na sua caixa de e-mails? Basta assinar a newsletter e usufruir do nosso conteúdo.

E-commerce especializado em soluções para provedores de internet. No mercado desde 2009, atua em todo o território nacional, sendo referência de qualidade e bom atendimento.

Comentários