Enviado em 14.09.2016

Power Meter PON ou Simples: Qual a melhor opção?

Matéria de Ronaldo Couto, Publicada na Revista ISPmais – Edição 04.

power meter

Na edição passada comentei que o OTDR é ao meu ver o equipamento mais importante na certificação e manutenção de redes FTTx.

Embora sua importância seja inquestionável, possuir um power meter é INDISPENSÁVEL no dia a dia de que tem uma rede FTTx.

É com o power meter que medimos a intensidade de potência em pontos chaves da rede e confirmamos se estão adequados ou não.

Os pontos mais importantes da rede para confirmar os níveis de potência são:

tabela_01Tabela 01

Um power meter simples nos permite medir os 3 primeiros pontos indicados na tabela acima.

Entretanto, a medição da potência de saída de uma ONU só é possível com um power meter PON.

A diferença entre eles é que um power meter simples possui somente uma entrada para inserir a fibra a ser medida.

Já o power meter PON possui duas entradas, permitindo realizar medidas “in-line”, semelhante à forma como utilizamos um amperímetro.

Esta medição “in-line” é fundamental para avaliar a potência de uma ONU, lembrando que uma ONU só emite potência se estiver “linkadas” à uma OLT; e impossibilitando assim o uso de um power meter simples para esta medição.

Ou seja, o power meter PON é mais completo e permite realizar todas as medidas.

Entretanto, em função dos valores de cada um, minha sugestão é que cada equipe de ativação tenha um power meter simples e que a empresa tenha um power meter PON quando necessitar avaliar a potência emitida de uma ONU.

 

Ronaldo Couto
Engenheiro Eletricista e fundador da Primori Tecnologia.

A Revista do Provedor! Fornecemos conteúdo de qualidade, especializado, produzido por grandes nomes do setor de telecomunicações, e tudo isso gratuitamente por meio das mais de 2 mil publicações impressas por edição, além da versão online.

Comentários