Enviado em 28.09.2015

Neutralidade de rede: tudo que você precisa saber

Muitas pessoas hoje em dia assinam o Netflix, um serviço de streaming que usa a internet para transmitir séries e filmes. Agora imagine só se, além da conta da internet, elas tivessem que pagar um valor a mais para suas operadoras só para poder usar esse tipo de serviço? Pois é desse tipo de coisa que a neutralidade de rede nos defende.

Muitas pessoas hoje em dia assinam o Netflix, um serviço de streaming que usa a internet para transmitir séries e filmes. Agora imagine só se, além da conta da internet, elas tivessem que pagar um valor a mais para suas operadoras só para poder usar esse tipo de serviço? Pois é desse tipo de coisa que a neutralidade de rede nos defende.

Em destaque nos últimos anos por causa do Marco Civil da internet, a neutralidade de rede é um tema que tem sido bastante discutido no Brasil e no mundo atualmente. No entanto, nem todo mundo sabe ao certo o que significa isso. Mas não se preocupe! Se esse for o seu caso, basta continuar lendo o nosso post para entender um pouco mais sobre o assunto. Confira:

O que é a neutralidade de rede?

Pensado inicialmente no começo dos anos 2000, o conceito da neutralidade de rede visa ajudar os provedores de acesso à internet a entenderem melhor os usuários da rede, evitando a cobrança baseada no conteúdo acessado ou quantidade de banda gasta. Em resumo: olhar da mesma forma tanto para aquele usuário que passa o dia no facebook quanto para o que só acessa a web de vez em quando.

 

O que se defende com essa neutralidade é que nenhuma empresa possa bloquear, reduzir a velocidade ou cobrar um preço diferente pela internet se baseando no tipo uso feito por determinada pessoa na web. Algo que viria a ser discutido ainda mais com a chegada do Marco Civil da Internet.

O Marco Civil da internet

Sancionado no ano passado pela presidenta Dilma Rousseff, o Marco Civil da internet foi um ponto bastante importante para implantação definitiva da neutralidade de rede no Brasil. Oficialmente conhecido como Projeto de Lei nº 2.126/11, o Marco Civil defende a privacidade das informações dos usuários da internet brasileira, tira a responsabilidade dos provedores pelo conteúdo postado pelos visitantes – algo extremamente importante para o setor – e também proíbe a cobrança de valores diferenciados para quem usa mais a web. Uma cartela bastante interessante de direitos para os cidadãos e também para as empresas do mercado.

Qual é a real importância da neutralidade de rede?

Além de garantir o sigilo daquilo que é acessado pelo usuário (e, com isso, impedir algum tipo de censura de informação), uma rede neutra também faz com que as empresas de transmissão de dados possam investir cada vez mais naquilo que realmente interessa – sem se preocupar com algumas dores de cabeça provindas dos comentários feitos em sites de terceiros -, fazendo com que suas redes possam entregar cada dia um excelente serviço para o consumidor. Bastante importante para todos os tipos de usuários da web,  a neutralidade de rede é algo que merece ser entendido e respeitado por todas as pessoas e instituições. E nada melhor do que a liberdade, não é mesmo?

Agora que você já sabe um bocado sobre o assunto, conte pra gente o que achou do texto aqui na caixa de comentários. Queremos saber a sua opinião!

 

E-commerce especializado em soluções para provedores de internet. No mercado desde 2009, atua em todo o território nacional, sendo referência de qualidade e bom atendimento.

Comentários